3D plan drawing

Porque projetar em BIM?

Projetar em BIM exige muito mais empenho do que foi migrar da prancheta para o CAD, mas com certeza trará o benefício necessário para maturidade do projeto.

Naquela época, bastava o conhecimento de uso da ferramenta, já que o conceito permanecia o mesmo: traços, cotas e textos. Era perfeitamente possível terceirizar o desenho no CAD, depois de o projeto técnico estar pronto.

Porém, a migração para o BIM (Building Information Modeling) já é outra história! Concordo que temos que dominar o uso dos programas, porém esta é apenas uma pequena parcela das mudanças que teremos que empreender.
O BIM é o ambiente para o desenvolvimento do projeto técnico e um apoio importante na tomada de decisões durante todo o processo, e não apenas uma ferramenta de representação gráfica mais desenvolvida.

O que muda em um projeto em BIM?

Projetar em BIM exige uma nova maneira de pensar o processo de projetar.

Nele, os elementos passam a ser realmente os elementos, e não somente desenhos, que vão recebendo novas informações conforme o projeto vai sendo detalhado e compatibilizado.

Eles carregam consigo informações não gráficas, que serão utilizadas pelos demais parceiros, como os projetistas das demais disciplinas. Aqui consideramos os orçamentistas, planejadores, e até mesmo os profissionais de Facilities –  quando da manutenção da edificação no seu uso futuro.

Assim, temos além do 3D o que foi chamado de 4D, 5D e até 6D…

Projetar em BIM: o desenvolvimento do projeto caminha de modo distinto.

A integração com o time de projetistas e consultores deve ocorrer desde o princípio. A compatibilização entre disciplinas ocorre com apoio dos programas, não mais somente pela leitura do profissional, evitando interferências não visualizadas.

Programas de simulação apoiam na tomada de decisões, na visualização de resultados e na quantificação dos elementos do edifício.

É um caminho sem volta. Algumas prefeituras mundo afora já exigem que seus projetos sejam protocolados em BIM.

Grandes clientes, como exemplo a Petrobras, também exigem que seus projetos sejam desenvolvidos em BIM. Assim gradativamente todo o setor vai aderindo à nova tecnologia.

Como implementar o BIM?

Todos sabemos que, como todo novo processo, exige mudanças em toda a empresa. Um planejamento de migração, para diminuir o impacto da sua curva de aprendizagem, mas uma vez superada, o retorno é garantido.

E, importante também lembrar que não basta só um bom operador de programa, pois apesar de apoiar imensamente o desenvolvimento dos projetos.

O conhecimento e a experiência do profissional para interpretar as informações que o programa apresenta, e com isto tomar as melhores decisões é essencial para um projeto de qualidade!

Quer ajuda para implementar o BIM em sua empresa? Fico a disposição!

Grande Abraço! #gestãolegal

 

Barbara.

Arquiteta e Gerente de Projetos, Barbara Kelch Monteiro é sócia titular da Kelch Consultoria. Possui MBA, PMP e MRICS.

Com 20 anos de experiência no Desenvolvimento de Projetos no setor da Construção e 4 anos de experiência em Auditoria, Gestão e Controle de Projetos de Engenharia e Construção na PwC. 

Mediadora judicial e privada, é membro do DRBF – Dispute Resolution Board Foundation.

Entre em contato: consultoria@kelchconsultoria.com.br

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here